Reabilitação total em Maxila Atrófica Edêntula

Reabilitação total em Maxila Atrófica Edêntula

Resumo: Paciente ASA I com 50 anos uso de prótese total desde os 17 anos, pretendia ser reabilitada com prótese fixa de cerâmica sobre implantes. Na anamnese a paciente relatou que não gostaria de próteses cerâmicas híbridas. Foi então planejado levantamento de seio bilateral e instalação de oito implantes para então confecção de uma prótese fixa cerâmica.
Proposição: O objetivo do caso clínico apresentado, foi a mudança funcional e estética através de uma reabilitação total em maxila atrófica edêntula
Materiais e Métodos: Para a execução do caso apresentado foram utilizados implantes de plataforma 4.1 hexagonal externa com 13mm de comprimento Systhex, os quais foram distribuídos equidistantes uns dos outros após cirurgia de levantamento de seio bilateral e espera para maturação do enxerto de 08 meses. A prótese metalocerâmica sob os implantes foi planejada com 14 elementos (17 ao 27) instalada sob mini pilares previamente colocados diretamente na plataforma dos implantes.
Resultados: Após o término do tratamento, foi constatado um ótimo resultado estético e funcional. Por meio da cirurgia de levantamento de seio maxilar bilateral foi possível a instalação de implantes mais posteriores favorecendo uma arquitetura papilar anterior satisfatória. Além disso foi possível um melhor padrão de higiene, proporcionando ao paciente um ótimo controle de biofilme, consequentemente sucesso do tratamento por um período de tempo maior.
 
Stein JT; Joly JC, Peruzzo DC 
Mestrado em Implantodontia
Campinas – SP